Programa de Educação Ambiental capacita operários das obras de urbanização no Costa Azul

Área de Atuação
Habitação, Encostas e Macrodrenagem
Educação Ambiental - Costa Azul
Capacitação em Educação Ambiental

A consciência da finitude das condições ambientais que proporcionam vida na terra impôs a necessidade de revisar a atividade humana no manuseio dos recursos naturais e ambientais. O consumo desenfreado, o crescimento desordenado das cidades e o uso abusivo dos recursos naturais tem impactado de forma negativa no meio ambiente e tem provocado grandes desastres ambientais sem precedentes, que evidenciam que a relação do homem com o meio ambiente precisa ser tratada com mais seriedade e cuidado, porque são desastres que causam impactos irreversíveis à natureza e à vida de milhares de pessoas.
 
Nesta perspectiva, a CONDER elaborou o Programa de Educação Ambiental para os operários da obra de urbanização das comunidades de Recanto Feliz e Paraíso Azul, no bairro de Costa Azul, que tem como responsáveis a analista social, Líliam Vieira da Silva, e o analista ambiental, Samadhi Gil Pimentel, além da Metro Engenharia, empresa parceira responsável pela aplicação do programa, através da Engenheira Sanitarista e Ambiental, Carolina de Andrade Penalber e do Técnico Encarregado da Obra, responsável pela saúde e segurança do operário, Ozeas da Silva Santos.

O encerramento do curso de Educação Ambiental, que foi desenvolvido no período de abril a outubro, com carga horária de 28 horas, foi realizado na manhã desta terça-feira (29) e contou com a participação de todo efetivo de operários da obra, como o encarregado de campo, José Carlos Silva, que destacou a contribuição do curso para o seu crescimento profissional. “São momentos de formação que são muito bem elaborados e transmitidos com muita verdade. Eu só tenho a agradecer por esses momentos de ensinamento e aprendizagem."

Um trabalho de excelência que proporcionou a todos os envolvidos uma compreensão individual e coletiva da problemática ambiental em toda a sua complexidade, despertando, sobretudo, entre os operários da obra, um sentimento de pertencimento e de responsabilidade social para adoção de medidas mais ecológicas, tolerantes, humanas e criativas, a favor da proteção, recuperação e preservação do meio ambiente e da garantia da saúde e segurança do trabalhador, como destaca o pedreiro Roberto Jesus.
 
"Mesmo sabendo de todas informações acerca do cuidado com o meio ambiente, pouco fazemos. E é tão importante as capacitações, porque elas me fazem relembrar de como era a minha cidade do interior há anos atrás e como tudo era mais preservado quando comparo com hoje. Me deixa triste e reflexivo. Mas participar desta formação me deixa mobilizado a tomar atitudes para mudar isso."

Novas atividades serão implementadas junto aos operários, durante toda execução da obra, com o intuito de permanecer mobilizando saberes, hábitos e atitudes significativas e necessárias para a mudança no comportamento junto a obra e ao meio ambiente, com atitudes mais saudáveis num verdadeiro pacto de solidariedade pela preservação do patrimônio ambiental e pela qualidade de vida para todos.
 
O PEA - Programa de Educação Ambiental possui como princípio a prevenção, minimização, mitigação e compensação dos impactos socioambientais decorrentes da instalação e execução do empreendimento numa relação sustentável entre os operários e o ambiente. Que traz como propósito estimular novas percepções sobre as questões ambientais, no local da obra e no seu entorno, incentivando-os a construírem novos conhecimentos, sensibilizando-os na adoção de novos valores e atitudes em relação aos cuidados com o meio ambiente e os problemas relativos à construção, enfim, qualificando-os para as boas práticas ambientais no dia-a-dia da execução da obra com o mínimo de riscos à saúde e a segurança do trabalhador.
 
De acordo com a analista Social da CONDER, Lílian da Silva, o programa ainda prevê diversas ações, ao longo da execução das obras. "Vale destacar, que as atividades do PEA serão continuadas, através de cursos de educação ambiental, oficinas socioeducativas, roda de diálogo, campanhas educativas, distribuição de panfletos, cartazes e folders, exibição de vídeos e recursos pedagógicos que abordarão questões relevantes sobre a construção civil e a sustentabilidade ambiental e que irão trazer diversos temas como legislação ambiental, gestão dos resíduos sólidos, coleta seletiva, política dos 5 r’s, gestão das águas, adoção de medidas sustentáveis, saúde, higiene, primeiros socorros e segurança no trabalho".

Construção Civil 

A indústria da construção civil se destaca como um dos grandes vilões ao se falar em impactos ambientais, aparecendo como o principal gerador de resíduos, sendo responsável por cerca de 50% do CO2 lançado na atmosfera e por quase metade da quantidade dos resíduos sólidos gerados no mundo.

Na cidade de Salvador, por exemplo, os resíduos de construção e demolição representam cerca da metade dos resíduos sólidos urbanos e correspondem à geração diária de aproximadamente 2.000t (dados da Limpurb).