Ligação Lobato-Pirajá aproxima o Subúrbio do Centro de Salvador

Área de Atuação
Mobilidade
Mais uma etapa concluída da Linha Azul

Há pouco mais de uma semana Salvador completou 471 anos. Mas em plena batalha para preservar vidas, em tempos de pandemia do coronavírus, não havia clima para comemorações e o maior presente preparado pelo Governo do Estado será entregue sem festa no início da tarde dessa terça-feira (07). Estamos falando da liberação da nova Ligação Lobato Pirajá, que revoluciona a mobilidade urbana para quem vive no Subúrbio Ferroviário, uma das áreas mais carentes da capital baiana.

Mais uma etapa concluída da Linha Azul, corredor transversal que liga a Orla Marítima (Patamares) à Avenida Suburbana, a Ligação Lobato-Pirajá é uma das obras mais impactantes já realizadas na capital baiana. Ao longo dos quase 2 km de extensão foram construídas 10 das principais obras de arte da engenharia: seis viadutos e quatro túneis (dois túneis duplos) - um deles com 376 metros de extensão, totalizando 752 metros -, o maior túnel rodoviário já perfurado em área urbana na Bahia. Um feito  alcançado pela CONDER – Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia, empresa vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano. O investimento total previsto nas obras da Linha Azul é de R$ 647 milhões.

E a obra não parou por aí, pois além das vias de superfície, foram realizados diversos serviços de urbanização, incluindo drenagem, contenção, iluminação, sinalização vertical e horizontal, paisagismo e implantação de pontos de ônibus e escadarias, garantido a acessibilidade para os moradores do entorno.

Integração

O diretor de Infraestrutura e Edificações Públicas da CONDER, Francisco Fonseca, explica que a principal função da nova ligação viária é promover a integração entre os modais de transporte coletivo (ônibus x metrô), conectando a Suburbana com a BR-324 e a Estação Pirajá, algo impensável até então pela diferença do nível de altura entre as duas regiões. “Teremos uma redução significativa no tempo de deslocamento dos moradores de todo Subúrbio Ferroviário, o que significa mais qualidade de vida. Antes, só era possível chegar em uma estação do metrô fazendo o trajeto entre a Suburbana e o bairro do Retiro ou Acesso Norte, que leva mais de uma hora nos horários de maior fluxo de veículos. Agora será possível chegar à Estação Pirajá em menos de 10 minutos”.

Quem pôde comprovar essa nova realidade, antes desse período crítico da pandemia do coronavírus, em uma viagem experimental realizada de carro com velocidade média similar a dos ônibus, foi Francisco de Assis, morador do Lobato. “O dia a dia do nosso povo que é guerreiro e trabalhador é sofrido. Que muitas vezes já chega cansado no trabalho. Graças à Deus, estamos vendo a mobilidade de Salvador completamente modificada. Isso é bom para o povo, é mais saúde”, comemora.

E é justamente a área da saúde que tem sido o foco principal das ações da CONDER, como destaca o presidente, Sérgio Silva. "Aceleramos o cronograma de obras das unidades de saúde, como as dos hospitais Metropolitano, Clériston Andrade, Roberto Santos, da policlínica do bairro de Escada e acreditamos que a melhoria da mobilidade urbana, com a criação de uma nova alternativa para a circulação de veículos, a partir da entrega da Ligação Lobato-Pirajá, também irá contribuir nesse sentido. Principalmente, com a possibilidade de diminuir a circulação de ônibus na região das avenidas San Martin e Barros Reis e, consequentemente, o trânsito e a concentração de pessoas, além de facilitar a transição entre a Cidade Baixa e a Alta, a partir da BR-324".

Em breve, os benefícios da Lobato-Pirajá serão ampliados, após o período atual de isolamento social. Quem costuma usar o carro particular, táxi ou aplicativos de transporte, também ganhará muito mais tempo para as atividades de lazer, o descanso ou para curtir a família. Garantia de menos estresse no trânsito na rotina do dia a dia e na ida e na volta de viagem, já que do início da nova via na Suburbana, até a BR-324, em Pirajá, será apenas o tempo de ouvir uma música no rádio ou celular.