Untitled Document
10/07/2017
Conjuntos habitacionais e infraestrutura são entregues em Nova Esperança



A vida de muitas famílias que moravam em condições precárias, convivendo com lama, esgoto e lixo a ceú aberto em Nova Esperança, numa ocupação próxima à represa de Ipitanga III - uma das comunidades mais carentes da capital baiana, começou  a mudar com a entrega de 197 unidades habitacionais construídas pela CONDER nos loteamentos BA – 526 e Barro Duro I.

Uma das novas moradoras do conjunto vizinho à rodovia estadual é a dona de casa Jandira de Jesus, mãe de três fillhos, um deles com necessidades especiais. “Morava numa casa que já estava caindo, deixada pelo pai dos meus filhos, que foi morar em São Paulo. Quando chovia a lama podre invadia tudo, agora vai ser diferente, graças à Deus e à equipe da CONDER”.
 
A solenidade de entrega dos conjuntos habitacionais, realizada na manhã desta segunda-feira (10), que representam um investimento da ordem de R$ 7 milhões, por meio da parceria estabelecida entre o Governo Federal e o Governo do Estado, contou com as participações do governador Rui Costa, do secretário de Desenvolvimento Urbano, Fernando Torres, do presidente da CONDER, José Lúcio Machado, e de diversos deputados, vereadores e lideranças comunitárias.
 

“Me orgulha muito poder continuar realizando obras que melhoram a vida dos baianos. As pessoas que estão recebendo essas casas moravam em barracos, sem rede de água e de esgoto, viviam no barro e na lama. Agora, passam a ter casas de concreto e a morar em ruas asfaltadas, urbanizadas, com dignidade. Em breve, entregarei a última etapa deste projeto, e vamos continuar trabalhando duro em prol da população da capital e do interior”, afirmou Rui.

De acordo com o diretor de Habitação da CONDER, Deusdete Fagundes, além da construção das 197 novas moradias, que contam com dois quartos, sala, cozinha, sanitário e área de serviços externa, o projeto de urbanização integrada de Nova Esperança prevê ainda a construção de mais 137 unidades habitacionais na comunidade Bom Sucesso e a segunda etapa da urbanização, com a implantação de ciclovia e calçadão na lagoa de Ipitanga III.

"Temos em curso não só o avanço das obras físicas, que garantem mais qualidade de vida, como um conjunto de ações sociais e cursos de capacitação que ampliam as oportunidades, principalmente para os mais jovens”, ressalta.
 
 
No outro conjunto habitacional erguido no local conhecido como Barro Duro, formado por 147 unidades habitacionais, quem comemora a mudança de vida é o auxiliar de produção, Edson Brito, que morava com a esposa e os três filhos numa casa alugada perto da Ceasa de Simões Filho. “Eu pagava R$ 300 de aluguel e mais a conta de energia, não sobrava quase nada no final do mês. Agora vai sobrar um dinheirinho pra se divertir com a família. Antes a gente vivia muito preso”.
 
A superintendente de Urbanização Integrada da CONDER, Adriana Luz, lembra que nos últimos anos já foram realizadas e entregues a construção de outras 77 unidades habitacionais, uma escola, três praças e dois campos de futebol, além das redes de abastecimento de água (25.300 metros) e esgoto (7.100 metros), incluindo adutora, 6 estações elevatórias e 2 torres de equilíbrio, e ainda a pavimentação de ruas, caminhos e passeios (110 mil metros quadrados). As obras de urbanização integrada em Nova Esperança, nas comunidades do Barro Duro, Cepel e Bom Sucesso, totalizam um investimento de R$ 59,4 milhões.


DIVULGAÇÃO
Av. Edgar Santos, 936 - Narandiba - CEP: 41.192-005 - Salvador -BA / Tel.: (71) 3117-3400