Untitled Document
17/02/2018
Avenida Mário Sérgio transforma mobilidade urbana no entorno do Barradão



Além da comunidade esportiva que frequenta o estádio Manoel Barradas, formada por clubes de futebol, torcida e a imprensa, moradores de bairros populares localizados na região do miolo da capital, como Nova Brasília, Trobogy, Canabrava e Sete de Abril, já podem usufruir dos diversos benefícios de mais uma obra de mobilidade urbana: a  Avenida Mário Sérgio, realizada pelo Governo do Estado, através da CONDER – Companhia de Desenvolvimento Urbano do  Estado da Bahia.

A Avenida Mário Sérgio liga a Avenida Luis Viana Filho (Paralela), ao lado do acesso ao Trobogy e a pouco mais de 300 metros da estação Flamboyant do metrô, à Rua Artêmio Castro Valente, nas imediações do Barradão. O investimento total é da ordem de R$ 40 milhões, com recursos financiados pelo  Governo do Estado junto ao BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Social e ao Ministério do Turismo, e ainda recursos próprios destinados às desapropriações e às melhorias na infraestrutura do entorno. 
 
O governador Rui Costa, a secretária de Desenvolvimento Urbano, Jusmari Oliveira, o presidente da CONDER, José Lúcio Machado, e diversas autoridades participaram do evento Viva Bahia, que marcou a inauguração neste sábado (17). Organizada pelas Voluntárias Sociais da Bahia, a programação envolveu a comunidade local com prestação de serviços de saúde, emissão de documentos, atividades de lazer e apresentações artísticas.

Na oportunidade, o governador destacou a importância da conscientização para preservação da área, onde passa o Rio Mocambo. "O Inema e o Estado não permitirão ocupação na margem do curso d'água, a fim de preservar a sustentabilidade ambiental".
 
 
Há quase 50 anos morando em Sete de Abril, o torcedor rubro-negro, José Valdemar dos Santos, mais conhecido como Sergipe, fez questão de prestigiar a iniciativa. Para ele, além de facilitar o acesso ao Barradão, a Avenida Mário Sérgio irá melhorar a vida de quem vive na região. "Para ir para casa da Paralela, eu geralmente pegava o Trobogy ou São Rafael, que era uma dor de cabeça, com muitos engarrafamentos. Com essa via que não tem sinaleira, não tem quebra-mola, em uma emergência, será mais rápido chegar na Brasilgás, Sete de Abril, Nova Brasília e Jardim Esperança". 

Os ganhos trazidos pela nova avenida se estendem para a prestação de serviços públicos nas áreas de saúde e segurança, melhorando a qualidade de vida de milhares de famílias. Antes convivendo com os alagamentos provocados pelas cheias do rio Mocambo, agora comunidades como Araújo Martins,  São Roque e Recanto Verde poderão ser atendidas mais rapidamente por ambulâncias, caminhões que fazem a coleta de lixo e viaturas policiais, além das redes de infraestrutura urbana, como telefonia e internet.

Morando há 21 anos na São Roque, Dona Maria Ângela Silva Reis, 55 anos, mãe de nove filhos, revela o que mudou com a construção da Avenida Mário Sérgio. “Melhorou 100%. A gente morava praticamente dentro do mato. Agora, com a pista vamos pegar o ônibus praticamente na porta de casa. Vai ser fácil levar as crianças para a escola, além da área de lazer que serve também para os mais velhos”.
 
 

A nova ligação viária conta com pista dupla - duas faixas em cada sentido-, ciclofaixa e passeio em ambos os lados, iluminação publica, sinalização viária horizontal e vertical. A expectativa é por um movimento intenso de carros já no domingo (18), quando acontecerá o clássico BA x VI pelo Campeonato Baiano. Uma operação especial de transporte, com funcionamento de linhas de ônibus integradas  ao metrô, deve garantir o conforto ao torcedor que irá ao Barradão.
 
Outras obras de urbanização que incluem escadarias, travessias sobre o rio, contenção de encostas, macrodrenagem, equipamentos esportivos, praças, parques infantis e paisagismo, também foram executadas pela CONDER, responsável por outras obras de mobilidade na capital, como a Via Expressa Baía de Todos os  Santos, as das avenidas Pinto de Aguiar e Gal Costa, Complexo Viário do Imbuí e Marginais da Avenida Paralela, Ligação Paralela Stiep (Estrada do Curralinho),  entre outras.
 

 
A proximidade da inauguração gera uma expectativa pela atração de novos investimentos, especialmente com a implantação de empreendimentos imobiliários, que trazem a necessidade de expansão da rede de serviços e do comércio. A título de curiosidade, segundo dados da Junta Comercial da Bahia divulgados recentemente, ao longo dos 15 km da Avenida Paralela, apontada como principal vetor de desenvolvimento da cidade, existem, atualmente, mil empresas ativas, com expectativa de construção de 5 mil imóveis só este ano. 
 
“Os benefícios da Avenida Mário Sérgio ultrapassam a questão do acesso ao estádio. Ela faz parte do conjunto de obras estruturantes do Governo do Estado que reconfiguram o sistema viário da região, conhecida como miolo, promovendo a integração entre os modais de transporte”, ressalta o presidente da CONDER, José Lúcio Machado, citando ainda as Linhas Azul e Vermelha. Estas intervenções, em fase avançada de execução, contemplam a ligação das Avenidas Gal Costa e Pinto de Aguiar e a construção da Avenida 29 de Março, que ligará a Avenida Paralela à BR-324.
 
Já o diretor de Obras Estruturantes da CONDER, Sérgio Silva, detalha a funcionalidade deste sistema. “A Avenida Mário Sérgio se conecta com a Avenida Gal Costa, em Pau da Lima, e também será articulada com a 29 de Março, pela Via Regional, no bairro de Sete de Abril, criando alternativas para a circulação em uma região densamente ocupada, além de desafogar vias importantes como a Estrada Velha do Aeroporto e a Avenida São Rafael”.
 

A Via Barradão, como vem sendo chamada, recebeu, carinhosamente, o nome de Mário Sérgio, por iniciativa da Assembleia Legislativa da Bahia. Ele foi um dos maiores ídolos do Esporte Clube Vitória, clube que defendeu na década de 70. Mário Sérgio, que encerrou a carreira de jogador no Esporte Clube Bahia, foi uma das 71 vítimas da tragédia aérea que aconteceu em 2016 com a delegação da Chapecoense, quando integrava a equipe de uma emissora de televisão que transmitiria a final da Copa Sulamericana.

A viúva do homenageado, Mara Paiva, visivelmente emocionada, ao lado da família, agradeceu pela lembrança. "Hoje as pessoas precisam tanto de carinho e nós, felizmente, tivemos a sorte de sermos agraciados pelo povo da Bahia. Foi uma iniciativa linda, nós estamos muito satisfeitos, muito felizes. De fato, é uma demonstração de reconhecimento muito grande".  


DIVULGAÇÃO
Av. Edgar Santos, 936 - Narandiba - CEP: 41.192-005 - Salvador -BA / Tel.: (71) 3117-3400