Governo entrega segunda etapa da Linha Vermelha

Área de Atuação
Mobilidade

O novo sistema viário BR-Águas Claras, segunda etapa da Linha Vermelha, foi entregue pelo governador Rui Costa na manhã deste domingo (04). Esta é mais uma obra do Governo do Estado realizada pela CONDER em Salvador, que integra a futura Avenida 29 de Março, via responsável pela ligação entre a Avenida Orlando Gomes, já duplicada pelo Governo, e a BR-324. Essas intervenções urbanas fazem parte do corredor transversal que vai ligar os bairros de Piatã e Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

“É mais uma obra de mobilidade urbana extremamente importante para desafogar o trânsito de toda a região da BR-324, facilitando, principalmente, a vida de quem mora e trabalha nos bairros de Cajazeiras, Águas Claras e seu entorno”, afirmou o governador Rui Costa. 

De acordo com o diretor de Obras Estruturantes da CONDER, Sérgio Silva, foram investidos recursos da ordem de R$ 50 milhões no novo sistema viário, "que é formado por uma via marginal à BR-324, com extensão de cerca de dois quilômetros, incluindo um viaduto sobre a Rua Celika Nogueira. O conjunto de novas vias totaliza 4,2 quilômetros e dispõe de alças de acesso à BR-324, além de uma pista já preparada para operar, futuramente, o BRT". Ciclovia, passeios com piso tátil, escadas, passagem para pedestres, sinalização e paisagismo completam a obra do Governo do Estado.

Trânsito e desenvolvimento

Com a entrada em operação do segundo trecho concluído da Linha Vermelha, a expectativa é que seja resolvido o problema crônico dos engarrafamentos no local. Para que isso ocorra, seis novas rotas para circulação de veículos estarão disponíveis. O novo sistema viário vai beneficiar quem mora e trafega por Águas Claras e outras milhares de pessoas que utilizam, diariamente, a BR-324. Também serão facilitados os acessos ao bairro de Cajazeiras, à Via Regional e à BA-528 (Estrada do Derba).

Além de garantir mais fluidez no trânsito de uma das áreas mais populosas de Salvador, o novo sistema vai valorizar imóveis e empreendimentos comerciais da região. A expectativa é que essa área da capital baiana se transforme em um grande ponto de integração dos diferentes modais de transporte, tendo em vista que foi lançada, no dia 13 de agosto, a licitação para a ampliação da Linha 1 do metrô até Águas Claras-Cajazeiras.

O presidente da Associação de Moradores de Águas Claras, Gilmar Batista, ressalta a importância das obras. "Além do fim dos engarrafamentos e dos acidentes na ladeira (Rua Celika Nogueira), essas vias irão resolver os problemas da falta de infraestrutura e, principalmente, o esquecimento por que a comunidade passou ao longo dos últimos 30 anos", comemora Batista, destacando as novas oportunidades de emprego e renda que serão geradas pelas intervenções do Governo do Estado.

"Esta obra inaugura um novo vetor de expansão e desenvolvimento para nossa cidade. Nesta região, também será construída a nova rodoviária, o terminal de integração metropolitano e urbano, e uma estação de metrô, a partir da expansão da Linha 1, saindo de Pirajá. Portanto, irá gerar uma maior valorização de Águas Claras, Cajazeiras e adjacências, tanto imobiliária quanto econômica, propiciando o surgimento de novos empreendimentos e, consequentemente, gerando mais emprego e renda para a população", explicou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins.

Tramo 3 da Linha 1 do metrô

O Tramo 3 será implantado pelo lado esquerdo da rodovia BR-324, no sentido Salvador - Feira de Santana, tendo início no KM-622, em Pirajá, e final no KM-616, próximo ao viaduto de Águas Claras. O governo estadual desenvolveu estudos para integrar o Tramo 3 a novos projetos de transporte público, como os sistemas BRT das Avenidas 29 de Março e Gal Costa e o VLT da região do Subúrbio Ferroviário, bem como a futura Estação Rodoviária de Salvador, que também será construída em Águas Claras.

As intervenções no Tramo 3 incluem duas estações – Campinas de Pirajá e Águas Claras/Cajazeiras – e um terminal de integração em Águas Claras. As duas passarelas de pedestres, localizadas nas proximidades da loja Makro e em Campinas, passarão por reforma e adequação. As duas novas estações irão atender à demanda que será criada com o metrô. Ao final da obra, a Linha 1 terá 17,5 quilômetros de extensão e passará a contar com dez estações, se estendendo da Lapa até Águas Claras/Cajazeiras.

Estão previstas, além dessas intervenções, obras de melhorias nas adjacências do Tramo 3, a exemplo da ampliação do ramo esquerdo do trevo de Campinas; implantação do sistema de drenagem ao longo da linha do metrô; urbanização e paisagismo, tanto ao longo da linha quanto na via marginal, estações e terminal de integração.

Todas as etapas da obra serão realizadas de forma a impactar o mínimo possível no tráfego da região. A metodologia de intervenção para construção do trecho será submetida à análise e aprovação da concessionária Via Bahia, empresa que gerencia a rodovia BR-324, durante o desenvolvimento do projeto básico.

Uma programação extensa, como parte do evento  "Curta Bahia", foi oferecida para as famílias que vivem no entorno do novo sistema viário, incluindo brinquedos para as crianças, serviços do SAC, do sistema Fieb, do Sesc e  do Senac, além das apresentações artísticas de Magary, Tio Paulinho e do grupo de teatro Stripulia. 

NOVO SISTEMA VIÁRIO EM SEIS ROTAS POSSÍVEIS

- Da BR-324 para Águas Claras ou Cajazeiras

 Entra na Via Marginal, desce a primeira à direita, pega o Sistema novo e sobe pela Rua Celika Nogueira.

- Da BR-324 (sentido Feira de Santana) para voltar a Salvador ou pegar a Estrada do Derba 

Entra na Via Marginal e desce na alça de retorno, passando embaixo do viaduto.

- De Águas Claras ou Cajazeiras em direção à BR-324

Desce pela Rua Oswaldo Leal e pega o Sistema novo, chegando à rodovia, nos dois sentidos.

- De Salvador para a Via Regional: 

Pega a Via Marginal da BR-324, após a passarela lilás, desce na primeira alça, pega o sistema novo e vai direto.

- Da Estrada do Derba para a Via Regional: 

Passa embaixo do viaduto e segue direto pelo Sistema novo.

- Da Estrada do Derba para Feira de Santana: 

Passa embaixo do viaduto e sobe a primeira alça à direita, chegando à nova Via Marginal 

Termos