Lagoa da Base: de esgoto a céu aberto a um espaço de convivência e lazer em Lauro de Freitas

Área de Atuação
Equipamentos e Qualificação Urbanística

O “Dia Verde” na Lagoa da Base em Lauro de Freitas reuniu moradores, crianças e adultos, para um momento de reflexão e conscientização sobre os cuidados para preservação do espaço de convivência revitalizado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder). A obra de reversão executada pela Conder, que consistiu na alteração do curso do rio e urbanização do entorno, contou com investimento de R$ 24 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), com contrapartida de 5,4 milhões da Conder.  No local, também foi construído uma estação de tratamento da Embasa, para captar o esgoto das residências que antes era despejado na lagoa. 

Além da obra de reversão e drenagem, a  área de convivência da Lagoa da Base recebeu ainda um espaço de lazer com quadra de futebol, parque infantil, quiosques, bancos, mesas de jogos, equipamentos esportivos, paisagismo, pavimentação e iluminação, com investimento de R$ 1,7 milhões. A imagem que se vê no local nem de longe lembra o esgoto a céu aberto, lixo e entulhos que faziam parte do cenário diário dos moradores.  

Moradora da Lagoa da Base há 15 anos, Dai Oliveira relembra os dias de sofrimento enfrentados no local. “Era horrível, em dias de chuva não passava carro nas ruas, as pessoas ficavam ilhadas dentro de suas casas. Essa rua, a Flopriano Peixoto, não tinha como passar porque era muita água e muita sujeira,” afirmou, acrescentando que foi difícil para os moradores, inclusive para ela própria, acreditar que aquela situação teria uma solução efetiva. 

Lagoa da Base: de esgoto a céu aberto a um espaço de convivência e lazer em Lauro de Freitas
Dai Oliveira acorda cedinho para ver o nascer do Sol na lagoa.

“Quando a Conder chegou e começou a usar as máquinas, não acreditava que a gente teria isso aqui”, afirmou Oliveira, apontando para o espaço de convivência. Hoje, ela acorda cedinho para ver o nascer do Sol na lagoa. “Eu falo para os meus vizinhos que somos ricos, porque temos um lugar maravilhoso, para conversar, para fazer eventos, usamos esse espaço para tudo”, afirmou Dai, orgulhosa. 

O sentimento de gratidão e pertencimento é compartilhado por dona Terezinha de Jesus,  moradora da Lagoa da Base a mais de quarenta anos. “Era uma lagoa suja, quando chovia as casas enchiam de água. Hoje, eu fico orgulhosa de dizer que onde eu moro tem uma praça mais arrumada que a praça da Matriz”, disse dona Terezinha, referindo-se à praça central de Lauro de Freitas.

Para marcar o Dia Verde, os moradores plantaram uma muda de Pau Brasil no jardim da lagoa. A cerca instalada para proteger a muda foi confeccionada pelos próprios moradores, que participaram de uma oficina de pallet promovida pelo Projeto Integrado de Desenvolvimento Sócio Ambiental (PIDSA), da Conder.

De acordo com a supervisora do PIDSA da Lagoa da Base, Airan Oliveira, o principal objetivo do Dia Verde foi conscientizar a comunidade local para preservar o espaço. A atividade integra o eixo de educação ambiental do programa. “Para além da revitalização da Lagoa da Base e urbanização no entorno da região, a Conder desenvolve, também, ações que contribuem para mudança de comportamento dos moradores. “É importante que eles tenham consciência de que não pode poluir a lagoa e que é preciso jogar o lixo no local adequado, para que possam usufruir de toda essa estrutura que foi feita para eles, um espaço de lazer e de diversão”, afirmou Airan.

Ao longo do projeto, os moradores também participaram das ações do eixo de Geração de Trabalho e Renda do PIDSA, com a oferta de cursos para o desenvolvimento de novas habilidades. “As comunidades que recebem obras de urbanização integrada promovidas pela Conder, recebem, também, cursos profissionalizantes. O nosso objetivo é promover a melhoria de vida das comunidades impactadas pelas obras da Conder. Aqui, os moradores participaram de oficinas de doces e salgados, unha em gel, tranças, barbearia, manutenção de celulares e informática. Alguns moradores já conseguiram se inserir no mercado de trabalho a partir dessa ação”, explicou Oliveira.

A secretaria de Meio Ambiente de Lauro de Freitas esteve representada no evento por seu diretor de Educação Ambiental, Marcelo Cardoso. Segundo ele, a ação é imprescindível por convidar a população a se apropriar de um equipamento que foi construído com e para ela. “Esse espaço passa agora para uma outra fase, a de gestão e de manutenção. A Conder constrói, faz todo processo de capacitação e orientação com a comunidade e entrega a obra para a gestão da prefeitura. Mas estar apenas com a prefeitura não garante a permanência e sobrevivência do espaço. Por isso, a importância dessa atividade realizada hoje, de sensibilização e conscientização da população do entorno da Lagoa de Base”, afirmou Cardoso.


 

Termos