Conder realiza manutenção do telhado da Faculdade de Medicina

Área de Atuação
Equipamentos e Qualificação Urbanística

A sede da primeira faculdade de medicina do Brasil, um dos marcos históricos e arquitetônicos do Pelourinho, vem recebendo cuidados especiais da Conder. O prédio localizado no Terreiro de Jesus estava com graves problemas na estrutura do telhado e vem sendo reparado pela equipe da Conder que atua no Centro Antigo de Salvador. Nesta quarta-feira (24), o presidente da companhia, José Trindade, realizou visita ao local para supervisionar a obra. 

“Este é um serviço muito importante de manutenção, pois o edifício estava com algumas infiltrações e quando chovia estava alagando alguns espaços”, diz o atual diretor da Faculdade de Medicina/UFBA, Antônio Alberto Lopes, ao mostrar os telhados e paredes infiltradas pela chuva em parte das edificações.  

Primeira Faculdade da Medicina do País
Primeira Faculdade da Medicina do País

Para resolver o problema, os   técnicos e operários da Conder localizam as principais infiltrações de acordo com os relatos dos funcionários da faculdade, depois iniciam a

limpeza das áreas, substituição e reorganização das telhas. Para isso, a Conder utiliza equipamentos especializados, como uma grua com plataforma e ascensor articulado que atinge até 12 metros de altura. 

“Nós, da Conder, temos atuado em todo Pelourinho e agora é uma honra estar aqui na primeira faculdade de medicina do país.  Estamos fazendo algumas reformas e manutenções, conscientes da importância da faculdade para nossa história e cultura”, explicou José Trindade. 

O prédio de 216 anos é tombado como patrimônio cultural brasileiro pelo IPHAN e integra o conjunto arquitetônico do pelourinho que é considerado patrimônio cultural da humanidade pela Unesco. 

Centro de Estudos especializado em saúde da população negra 

Também presente na visita, o arquiteto Zulu Araújo, coordenador do escritório da Conder no centro antigo, acrescentou que a Faculdade de Medicina também está passando por mais um momento histórico:   

“Aqui está o início da história do Brasil, não apenas a primeira faculdade de medicina, mas também, com muita honra, o primeiro diretor negro da escola de medicina. Isso significa que o Brasil e a Bahia avançaram e a Conder está cumprindo com a sua missão fazendo essa parceria para que ela continue em condições de visitação e uso”. 

Mas o pioneirismo não para por aí, aproveitando a deixa, o diretor Antônio Alberto Lopes sugere uma ótima oportunidade para visitação do prédio. “Estamos convidando toda a sociedade da Bahia para vir aqui no dia 30 de abril assistir à sessão inaugural do Centro Internacional de Estudo e Pesquisa da População Negra, o primeiro do Brasil!”.