Conder garante mais R$200 milhões para conter encostas na Bahia através do Novo PAC

Área de Atuação
Habitação, Encostas e Macrodrenagem

O resultado do Novo PAC Seleções nos eixos ‘água para todos’ e ‘cidades sustentáveis e resilientes’ foi divulgado ontem (8) em Brasília pelo Governo Federal e a Bahia garantiu mais R$200 milhões para trazer segurança e tranquilidade a moradores de áreas de encosta. As obras serão realizadas pela Conder e se somarão às mais de 130 encostas já entregues pela Companhia em 8 municípios do estado, nas gestões do então governador e atual ministro da Casa Civil, Rui Costa, e do governador Jerônimo Rodrigues . Além do recurso garantido agora pelo novo PAC, o Governo da Bahia já investiu, por meio da Conder, mais de R$264 milhões neste tipo de obra que salva vidas e torna nossas cidades mais resilientes. 

“Este novo aporte financeiro representa mais segurança para as famílias baianas. A prevenção de desastres naturais, que está em pauta atualmente por conta do desastre ambiental no Rio Grande do Sul, é uma prioridade para o governo da Bahia. Há uma década a Bahia investe de forma expressiva nessa área, se intensificou na gestão de Rui e segue com destaque no governo de Jerônimo. A Conder está empenhada em liderar esse esforço, planejando e executando, desde 2014, obras de contenção de encostas e macrodrenagem”, afirmou Zé Trindade, presidente da Conder.

O resultado divulgado pela Casa Civil até o momento não detalha o número de encostas que serão financiadas através do programa, mas já é possível saber que estão contemplados pelo edital os municípios de Cairu, Camacan, Camamu, Gandu, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itamaraju, Jacobina, Lauro De Freitas, Medeiros Neto, Mutuípe, Salvador, Simões Filho, Teolândia e Ubaitaba. 

O Novo PAC na modalidade seleções contempla projetos enviados por prefeituras ou governos do estado e no caso da Bahia a Conder foi a responsável por elaborar e enviar os projetos de contenção de encostas. Este tipo de obra é fundamental para adaptar as cidades baianas para as mudanças climáticas, já que o risco de deslizamento de terra é um dos principais problemas trazidos pelos eventos climáticos extremos.