Governador visita obras da Feira de São Joaquim

Área de Atuação
Equipamentos e Qualificação Urbanística
feira
O ponta pé decisivo para a requalificação da Feira de São Joaquim, que faz parte o conjunto de ações que preparam Salvador para a Copa do Mundo, foi dado pelo governador Jaques Wagner com o lançamento da licitação da terceira etapa das intervenções, contemplando o miolo da feira, durante visita realizada na manhã desta terça-feira (16).
 
Wagner destacou o avanço que a obra teve nos últimos meses, com a finalização da primeira etapa, o Galpão Água de Meninos e o Pátio de Grossistas, e o estágio avançado da segunda, que compreende a enseada e o fundo da feira. “Creio que agora entramos num ritmo bom e é com ele que vamos para esta terceira fase, que compreende a parte mais importante, onde estão os boxes e onde os feirantes vão trabalhar. O que queremos aqui é manter a tradição da feira, com uma beleza e uma arrumação melhores”.
 
A área principal da feira terá 926 novos boxes, além da reforma de outros 423, saneamento básico, drenagem, pavimentação, redes de energia e água, sistema de combate a incêndios, sonorização e recuperação da parte do fundo do centro de abastecimento. Neste local, serão disponibilizados novos espaços para a implantação de restaurantes, lanchonetes e lojas de artesanato, que permitirão, além da atividade comercial, uma visão privilegiada da Baía de Todos os Santos, transformando a Feira de São Joaquim em mais um ponto turístico da capital.
Feira
Com a perspectiva de melhoria na infraestrutura, os feirantes de São Joaquim estão satisfeitos. Jailson Sousa, que está há 28 anos no local, comparou a requalificação com a construção de uma casa nova. “É como construir um lugar novo pra morar. Dá uma ansiedade de ver logo tudo pronto e um orgulho de ver como vai ficar bonito isso aqui”.
 
Já para o presidente da CONDER, Milton Villas-Bôas, a expectativa é pela conclusão da revitalização da Enseada de São Joaquim, que contará com píer flutuante e um novo cais, e o início dos serviços da última etapa. “Com boa agilidade, acreditamos que é possível começar ainda este ano os trabalhos que se estenderão nas setes fases que integram o miolo da feira”.
 
De acordo com a diretora de Qualificação Urbanística e Equipamentos da CONDER, Livia Gabrielli, as ações da CONDER na Feira de São Joaquim não se limitam à questão física. “Além das obras, nós estamos realizando ações socioambientais, como por exemplo, os cursos de qualificação profissional dos feirantes e de gestão ambiental da área da feira”, finaliza.
 
Galpão Água de Meninos
Feira
O galpão está funcionando como extensão da Feira de São Joaquim, com 221 boxes, incluindo 39 restaurantes e 142 bancas. Os boxes oferecidos aos feirantes que vendem mariscos, carnes e vísceras contam com infraestrutura que inclui balcões refrigerados, bancadas de granito, além de água, luz e esgoto.

Já a área do Pátio dos Grossistas, desde logo incorporada à feira, conta com 54 boxes e mais 55 bancas, além de setor de administração, banheiros (alguns com chuveiro) e área de carga e descarga.

A feira possui uma área de 38 mil metros quadrados, mas, com a nova área do galpão, passa a contar com mais 9.540 metros quadrados. Somente o galpão provisório tem 6.540 metros quadrados e foi cedido temporariamente pela Codeba para abrigar os feirantes de São Joaquim.
Termos