Seminário discute o trabalho social em programas de habitação e saneamento

Área de Atuação
Habitação, Encostas e Macrodrenagem
Trabalho Social

O “Trabalho Social em Programas de Habitação e Saneamento” foi o tema do seminário realizado quinta-feira (27), na Faculdade de Arquitetura da UFBA. Estiveram presentes cerca de 150 interessados, sendo a maioria formada por profissionais de área de serviço social, contando também com a participação de sociólogos, pedagogos, psicólogos, além de estudantes de áreas diversas.

O seminário é uma dentre as diversas ações desenvolvidas pelo Grupo de Trabalho Licitações, que discute as questões referentes aos processos licitatórios e execução de projetos de habitação e saneamento no estado da Bahia. “Percebemos que na rotina do nosso trabalho a CONDER enfrentava dificuldades muito parecidas com a Embasa, a Caixa e as empresas que executam os projetos. O GT Licitações foi criado justamente para entender este cenário, identificar as dificuldades em comum e tentar resolvê-las de forma conjunta”, explica Graziane Amorim, coordenadora social da CONDER.

A assistente social Fátima Gottschalg, que é mestre em geografia e professora da PUC Minas, relatou um pouco de sua longa trajetória à frente de projetos habitacionais e de saneamento nos quais os profissionais da área social sempre buscaram uma posição de agentes de mudanças nas comunidades atendidas. “É claro que é preciso conhecer e aplicar as diversas instruções normativas e questões burocráticas, mas só indo a campo é possível atender e entender a população. Os desafios são imensos e variados, mas acho que um seminário como este é o melhor caminho para que a solução dos problemas seja discutida e encontrada por todos, conjuntamente”, destaca a palestrante convidada.

Durante a manhã, a primeira mesa tratou dos aspectos do trabalho social realizado em projetos de habitação e saneamento realizados na Bahia. A programação teve continuidade durante a tarde, discutindo os desafios encontrados na formação acadêmica e a importância do fortalecimento das empresas locais. Além da CONDER, o evento foi realizado em parceria entre Caixa Econômica, Embasa, Secretaria Municipal da Infraestrutura e Defesa Civil – SINDEC, Conselho Regional de Serviço Social – CRESS, além das universidades Católica e Federal da Bahia.

Entenda como funciona o GT Licitações

O Grupo de Trabalho Licitações - GT Licitações - funciona desde janeiro de 2015 e foi criado a partir de uma conversa realizada entre representantes da CONDER e a Caixa Econômica. No decorrer dos trabalhos, foi identificado que existem problemas semelhantes nos resultados dos processos licitatórios para a execução das ações sociais dos projetos executados pelas duas instituições. 

Posteriormente, foram convidados a participar do GT representantes da Embasa e da Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia – Cerb, e também funcionários da Prefeitura Municipal de Salvador, através da Secretaria Municipal da Infraestrutura e Defesa Civil – SINDEC. O Conselho Regional de Serviço Social – CRESS e as universidades Católica e Federal da Bahia  foram parceiros identificados para a validação do cenário construído através do semanário que aconteceu dia 27/08.

Os principais problemas identificados são a quantidade insuficiente de empresas da Bahia que participam das licitações e a qualidade dos projetos executados. Os principais assuntos abordados são:


•  Avaliação quantitativa dos processos licitatórios;

•  Avaliação do termos de referências;

•  Fluxo de pagamento do trabalho social;

•  Avaliação sobre a composição dos custos;

•  Cenário e possibilidades de resolução. 

Inicialmente, os encontros ocorreram todas as tardes de segunda-feira, na sede da Caixa. Após as principais deliberações, foram mantidas  02 reuniões mensais (encontros quinzenais). Devido aos avanços alcançados até o momento, os participantes do grupo estão realizando a avaliação dos processos, para confirmar a possibilidade de agregar novos parceiros. 

Termos