Comunidade de Alagados IV e V apresenta resultados de trabalho social da CONDER

Área de Atuação
Conder
 Dona Elza Cândida dando um depoimento emocionante sobre sua história de luta em Alagados
Dona Elza Cândida dando um depoimento emocionante sobre sua história de luta em Alagados

A CONDER tem longo histórico de atuação em Alagados, são mais de duas décadas implantando melhorias na localidade. A partir de 2016, a intervenção realizada pela CONDER em Alagados IV e V contemplou a urbanização integrada da área, com implantação de rede de abastecimento de água, rede e tratamento de esgoto, drenagem, pavimentação, sistema viário e construção de unidades habitacionais, além de parque infantil, espaços para ginástica e diversos pontos de áreas verdes para convivência da comunidade.

Na tarde de ontem (10) foi apresentado o resultado final do Projeto Integrado de Desenvolvimento Socioambiental - PIDSA Alagados IV e V, implantado ao longo dos últimos 4 anos. Cerca de cinquenta moradores vieram até a sede da CONDER, em Narandiba, para mostrar como o trabalho social foi desenvolvido, baseado em diálogos constantes entre moradores, representantes das entidades locais e a CONDER.

Sob orientação do CAMA – Centro de Arte e Meio Ambiente, no PIDSA de Alagados IV e V foram executadas ações voltadas para educação ambiental, organização comunitária e geração de trabalho e renda. Os frutos das ações foram demonstrados através de vídeos e depoimentos emocionados, feira de produtos e uma apresentação de canto do coral Mulheres de Alagados. Além do grupo de cantoras, foi possível conhecer os resultados do trabalho da Roda de Diálogo, onde jovens puderam discutir seus direitos e deveres frente à realidade de violência e também o empreendimento costura solidária, que gera renda através de produtos feitos a partir de reciclagem de resíduos.

Este é um belo exemplo que pode ser replicado em outras comunidades atendidas pelo trabalho social da CONDER. Tudo que foi visto e vivenciado ao longo da tarde resume o sucesso destas ações que merecem registro e visibilidade.

Veja alguns depoimentos sobre esse momento:

"Sou morador da comunidade de Alagados e prestador de serviço na Coordenação Social da CONDER. Me senti completamente em casa. Hoje, cheguei na empresa com a energia e garra recebida pela força dessas Mulheres de Alagados, emocionado com os vídeos, com o coral, ainda extasiado e orgulhoso. Foi muito bom trazer os resultados dos projetos para apreciação da Companhia, além de possibilitar a comunidade conhecer um espaço que tanto lhes trouxe benefício.A interação com os funcionários, que quase sempre têm os problemas dessas pessoas nas mãos, reforça mais ainda a sensibilidade e a empatia dos técnicos. O evento foi um sucesso de representatividade, de amizade, coletividade, de experiência, de superação nas falas e de total cumplicidade entre Alagados e CONDER."

Reinaldo Sousa, técnico da CONDER e morador de Alagados

 "O evento foi um passo significativo para o fortalecimento da autoestima da comunidade de Alagados e dos funcionários da CONDER e reconhecimento do potencial criativo e de autogestão das entidades representativas no enfrentamento das desigualdades sociais, econômicas e raciais." 

Simone Bezerra, assistente social da CONDER

"A experiência de trabalhar em um projeto social no território de Alagados foi muito enriquecedora, estar perto de pessoas tão fortes e experientes na luta por moradia digna em seu sentido amplo contribuiu para capacitar meu trabalho. O encerramento dessa etapa ontem, aqui na CONDER, com a apresentação de parte dos produtos desenvolvidos com muita qualidade pelo projeto e ver que as/os colegas da empresa se emocionaram com o evento tornou a data de ontem especial pra mim. Reconhecimento fortalece o trabalho."

Débora Monteiro – assistente social da CONDER

“Só tem sentido acordar, vir para CONDER e trabalhar para contribuir com a melhoria da vida das pessoas por meio dos projetos sociais vinculados à política pública de desenvolvimento urbano. Mulheres aguerridas e que nos inspiram! O trabalho da CONDER contribuiu para potencializar as suas habilidades. A alma canta e permite que os problemas e as perdas sejam momentaneamente esquecidos. Assim, a vida segue seu fluxo entre momentos sublimes na leveza do cantar e a dureza da violência.”

Graziane Amorim – coordenadora social da Diretoria de Habitação

Termos