Obras em todos os cantos da cidade mostram a importância dos soteropolitanos para a CONDER

Área de Atuação
Centro Antigo de Salvador

Quando a primeira capital do Brasil faz aniversário não podem faltar presentes. Salvador está completando 473 anos nesta terça-feira (29). E já virou tradição para baianos e turistas comemorar com bençãos este dia pelas ruas do Centro Histórico. Motivos não faltam, graças aos investimentos realizados na área de infraestrutura pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER), não só nesta região da cidade, onde o coração do soteropolitano bate mais forte, mas em outros locais, beneficiando, principalmente, famílias carentes com novas moradias, contenções de encostas, projetos de macrodrenagem, melhoria na mobilidade e requalificação urbana.

A CONDER, vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), com quase 50 anos de serviços prestados ao estado, como seu braço operacional, vem promovendo uma série de melhorias no Centro Histórico de Salvador, como a manutenção das ruas e calçadas e conservação das áreas externas dos casarões antigos, além de obras de infraestrutura, como pavimentação de vias, requalificação de calçadas com melhorias na acessibilidade, assim como limpeza, reforma e pintura dos antigos casarões.

Pelas Ruas

Em 18 vias do Centro Histórico de Salvador estão sendo realizadas reformas na pavimentação e requalificação de calçadas com melhorias na acessibilidade. Com destaque para a Rua Chile, primeira via do Brasil, que já foi contemplada por uma grande reforma em sua infraestrutura urbana com a volta da pavimentação em paralelepípedo, novos passeios e rebaixamento da fiação aérea, valorizando o patrimônio histórico. Além disso, os trilhos, por onde passou a primeira linha de bonde do país, foram recuperados para permanecer à mostra e compor novamente a paisagem, como elemento decorativo.

Trata-se do projeto Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador, que no total, está sendo executado em 11 bairros da região antiga da cidade. São 299 vias sendo requalificadas, muitas das quais nunca tiveram nenhum tipo de intervenção urbana. Um investimento de R$ 125,7 milhões. O projeto vem sendo executado por etapas, simultaneamente em diferentes pontos, que foram interligados por cinco lotes, sendo que três já foram concluídos (lotes 3, 4 e 5) e dois estão em execução (lotes 1 e 2).

Habitação

A CONDER também elabora e executa projetos na área de habitação social, em várias regiões da cidade, como Abaeté, Alagados, Costa Azul e Centro Histórico. Só no primeiro semestre de 2021, por exemplo, 367 novas moradias foram entregues, uma média de duas unidades habitacionais por dia.

As famílias cadastradas pela CONDER são transferidas de áreas de risco ou em situações precárias para conjuntos habitacionais dotados de infraestrutura urbana – água e esgoto, iluminação pública, drenagem, pavimentação, além de área de lazer e convívio social. As novas moradias possuem sala, cozinha, quartos, área de serviço com estrutura adequada para oferecer bem-estar aos novos moradores, como instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias.

Vidas preservadas

Dentre as ações desenvolvidas pela CONDER, destacam-se também a elaboração e execução de projetos de contenção de encostas e macrodrenagem, que integram um amplo programa estadual de prevenção de desastres naturais em áreas urbanas, em Salvador e Região Metropolitana.

Estão sob a responsabilidade da companhia 119 pontos de risco alto e muito alto para a construção de contenções de encostas, sendo que cinco desses no município de Candeias. As obras já foram concluídas em 85 áreas, onde milhares de famílias beneficiadas podem viver com tranquilidade, principalmente, nos períodos de chuva, sem medo de deslizamento de terra ou desabamento de suas casas.

Em outras áreas de risco, historicamente, atingidas pelas cheias dos rios Jaguaribe e Mangabeira, Ipitanga e Joanes, em Salvador e Lauro de Freitas, e da Bacia do Rio do Cobre, estão sendo realizados uma série de serviços para aprimorar o manejo das águas pluviais, como implantação de bacias de contenção e canalização, até o desassoreamento e proteção das margens, visando minimizar as cheias.

Diálogo com a comunidade

Outro diferencial das obras realizadas pela CONDER é que elas estão atreladas aos projetos sociais. As equipes entram em campo antes do início dos serviços para realizar o diagnóstico social e, a partir daí, é desenvolvido um trabalho com as comunidades, estimulando a participação dos moradores em todo o processo, antes do início das obras, no decorrer da execução dos serviços e no momento pós-conclusão.
São realizadas diversas ações, tais como oficinas e cursos voltados para a geração de emprego e renda, educação ambiental, oferta de serviços diretos para a promoção da saúde com o apoio de instituição parceiras, entre outros.

Fonte: Ascom/CONDER

Fotos: Alberto Coutinho, Camila Souza e Mateus Pereira/GOVBA

Termos