Estado autoriza licitação para obra de requalificação do TCA, com investimento de R$ 150 milhões

Área de Atuação
Hospitais, Policlínicas e Edificações Públicas

As apresentações musicais e espetáculos realizados no Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador, vão ganhar novo cenário, mais moderno e equipado, com a assinatura do governador da Bahia Jerônimo Rodrigues da licitação das obras de requalificação do prédio principal neste domingo (5). Essa será a terceira etapa do projeto, que vai envolver um investimento de R$ 151 milhões para a reforma das estruturas da sala principal, do foyer, restauração das fachadas, substituição total da cobertura e melhorias nas áreas centrais do equipamento cultural. A obra será executada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder). 

Durante o ato de assinatura, o governador destacou importância do TCA para a cultura brasileira. "É um espaço que fortalece a cultura e a economia de Salvador, da Bahia e do Brasil. Aqui tem equipamentos dentro do teatro que funcionam permanentemente na formação, por exemplo, de profissionais na área de roupa, calçados, arte, pintura, encenação, iluminação. Portanto, é uma devolução daquilo que a Bahia merece", ressaltou Jerônimo Rodrigues.

“A Conder tem mais um grande desafio pela frente, o governador confiou à nossa equipe a execução das obras do Novo TCA, que desta vez vão contemplar a requalificação do prédio principal. Essa será a terceira etapa do projeto de modernização do equipamento, que já entregou a nova Concha e a nova Sala do Coro para baianos e baianas. A obra também vai contemplar o jardim suspenso, o restaurante, a bilheteria, a sala de ensaio da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) e do Balé do Teatro Castro Alves (BTCA), entre outros espaços. A área total reformada chegará a 17,9 mil metros quadrados”, explicou Zé Ttrindade, presidente da Conder.

Estado autoriza licitação para obra de requalificação do TCA, com investimento de R$ 150 milhões
Teatro Castro Alves

Entre os trabalhos de melhoria na sala principal, está a qualidade do espaço. O diretor-geral do TCA Moacyr Gramacho explica que atualmente os ruídos externos são um problema para as apresentações. “Um dos focos será a performance acústica [do teatro] para escuta de sala sinfônica. Nos últimos anos, o público aprimorou sua audição e isso exige que os espaços tenham uma grande requalificação. Então, a gente vai mexer na acústica, fazendo uma blindagem para reduzir os ruídos externos”, completou.

Para o secretário de Cultura, Bruno Monteiro, é muito importante para o desenvolvimento social dispor desses equipamentos culturais. "Teremos o Teatro Castro Alves, que já é o maior complexo cultural do Norte-Nordeste, cada vez mais moderno, mas sem perder nada das suas características. Será um equipamento mais democrático, mais acessível para o conjunto do povo baiano, que deve cada vez mais se apropriar desse espaço como seu". 

Presente no evento, o cantor baiano Gerônimo comenta que o equipamento é o palácio de todas as artes do Brasil. “O Teatro Castro Alves é uma referência para a Bahia e para a nossa cidade, o palácio de todas as artes. Artistas do Brasil e do mundo ficam impressionados com essa estrutura. Temos o maior orgulho de ter uma peça dessa, viva, permanente, para sempre”, endossou o artista.


Na primeira e segunda etapas do projeto de modernização e ampliação do Complexo do TCA, passaram por intervenções a Concha Acústica, entregue em 2016, e a Sala do Coro, entregue em 2018. Para a reforma, já foram investidos R$ 119 milhões pelo governo estadual. A última etapa deve ser entregue até o final de 2026. 

A cerimônia de lançamento do edital de licitação da reforma contou com a presença de autoridades, acadêmicos e artistas da Bahia. Além de apresentações da dançarina Nildinha Fonseca, da orquestra Mangangá, da Associação Cultural de Capoeira Mangangá, e do Cortejo Afro.

Sobre o TCA

O equipamento cultural é dividido em Sala Principal com 1.554 lugares, Foyer, Sala do Coro, Concha Acústica, Centro Técnico, Esplanada, Vão Livre, Jardim Suspenso e Café Teatro, salas administrativas e salas de ensaio.

Termos