Entrega de escola construída pela Conder tem anúncio de mais de R$1 bi para educação

Área de Atuação
Hospitais, Policlínicas e Edificações Públicas
Escola inaugurada em Feira de Santana
Fotos: Gilberto Junior/Ascom Conder

O ano letivo 2024 da rede estadual de ensino começou nesta segunda-feira (19) para mais de 650 mil estudantes matriculados nas 1.082 escolas e nos 674 anexos em toda a Bahia. Na cidade de Feira de Santana, no Portal do Sertão, a data teve um brilho especial. Isso porque foi inaugurado o Colégio Estadual de Tempo Integral Georgina de Melo Erismann, construído pela Conder no bairro Olhos D’água. Esta é a 36ª unidade entregue na gestão de Jerônimo Rodrigues. O governador participou da atividade.

As atividades pedagógicas na segunda maior cidade baiana tiveram início com apresentações culturais, palestra da jornalista pernambucana Jullie Dutra, vencedora do quadro ‘Quem Quer Ser Um Milionário?’, do programa Domingão com Hulk, da Rede Globo, e aula magna do governador, que foi transmitida, virtualmente, para todos os municípios do estado, através do canal Educação Bahia no YouTube e de outros meios. Na oportunidade, ele deixou uma mensagem de boas-vindas aos estudantes, professores e dirigentes para este início de mais uma jornada educacional.

“Nós faremos entregas de escolas como estas em toda Bahia. São mais de 20 escolas prontas. Amanhã, por exemplo, eu estarei em Itaparica, entregando escolas. Esta semana vai ser toda assim. Vamos cortar o Estado para poder fazer novas entregas de escola com esse perfil. Nós vamos anunciar, em março, novos investimentos em escolas. Escolas novas, ampliação, modernização. Com quadra, com laboratório, campos, com site, com restaurante. Possivelmente, o PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] da Educação ultrapassará um bilhão de reais em novas escolas”, adianta o governador.

“As escolas de tempo integral construídas pela Conder em toda a Bahia se tornaram referência nacional. Esse modelo, que já chegou aos 27 territórios de identidade do estado, continuará sendo implantado pelo Governo do Estado, que prepara para março o lançamento de um pacote de novas obras que deve ultrapassar R$ 1 bilhão em investimento”, afirma o presidente da Conder, José Trindade.

A abertura das atividades letivas renova as expectativas, trazendo novos projetos e anseios. Para Bruna Borges, do 2º ano do ensino médio, estudar numa escola nova e com uma infraestrutura de qualidade, facilita ainda mais o processo de aprendizagem. “Eu acho que vai ser incrível. Tenho muita esperança deste ano, com esta nova estrutura que o Governo nos ofereceu, com muitas propostas de oficinas e tudo mais. Essas oportunidades contribuem para o nosso desenvolvimento”, comemora.

A volta para a sala de aulas não foi esperada apenas pelos estudantes. Os professores também aguardavam este momento com ansiedade, como afirma o professor de Química, Cléber Vilas Boas: “gente está com duas grandes expectativas. A primeira grande expectativa é o retorno desse ano letivo, que é sempre um recomeço. E a gente está com grandes expectativas de uma escola nova. Com espaço melhorado, espaço adequado para todos os professores. Almejamos que este ano seja repleto de bons trabalhos, que os nossos alunos consigam chegar, ser acolhidos e trazer essa expectativa de que consigamos um ano letivo de bons frutos pra todos nós”.

Sobre a nova escola

O Colégio Estadual de Tempo Integral Georgina de Melo Erismann está instalado na antiga Usina de Beneficiamento de Algodão, construção erguida na década de 1940. Apesar de ser uma nova estrutura, a fachada não pôde ser modificada porque o prédio é tombado como patrimônio cultural. Somando os três turnos, 1200 estudantes estão matriculados na unidade.

A Conder realizou adequações físicas para implantação de 20 salas de aula e três laboratórios de informática, matemática e gestão e negócios, administrativo e biblioteca; construção de teatro com 200 lugares, restaurante estudantil, quadra poliesportiva coberta, piscina semiolímpica com vestiário, campo de futebol society com pista de atletismo, guarita, subestação e reservatórios. Entre obras e equipamentos, foram investidos mais de R$ 31 milhões

Vacinação estudantes

Também em Feira de Santana, foi lançado o Projeto Vacinação nas Escolas, uma parceria entre as Secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (Sesab). O objetivo é ampliar a proteção dos estudantes matriculados na rede pública de ensino.

Repórter: Anderson Oliveira/GOVBA

Termos