Distrito de Caípe, em São Francisco do Conde, ganha nova escola de tempo integral

Área de Atuação
Equipamentos e Qualificação Urbanística

A nova sede do Colégio Estadual do Campo de Tempo Integral Anna Junqueira Ayres Tourinho, localizada em Caípe, em São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foi inaugurada pelo governador Jerônimo Rodrigues na manhã desta terça-feira (20). A unidade é a 37ª do modelo a ser entregue pelo Governo do Estado – através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) – e reúne investimento de mais de R$ 29,2 milhões. 

“Essa é mais uma entrega que tranformará a vida dos nossos jovens. 
Aqui, mais de 120 trabalhadores da Conder realizaram uma construção complexa e grandiosa, com 24 salas de aula climatizadas, laboratórios, teatro, restaurante estudantil, quadra coberta, biblioteca, campo society, uma infraestrutura de ponta para que os estudantes possam desenvolver atividades complementares. Agora, começa uma outra construção ainda mais importante, a construção do futuro dos nossos jovens”, afirmou Zé Trindade, presidente da Conder, que seguiu com o governador para Itaparica, onde realizaram a inauguração de mais uma escola de Tempo Integral. 
Ao todo, o Governo do Estado vai inaugurar mais de 20 escolas de tempo integral em toda Bahia agora no início do ano letivo. Para março, estão previstos novos investimentos em unidades escolares, com novos prédios, ampliação e modernização.

Distrito de Caípe, em São Francisco do Conde, ganha nova escola de tempo integral
Distrito de Caípe, em São Francisco do Conde, ganha nova escola de tempo integral

“Segundo dia do ano letivo de 2024, fizemos uma grande festa na segunda-feira, ontem, em toda a Bahia, abrindo as portas para que os estudantes possam ser acolhidos e tratados, durante todo o ano, com cuidado, com zelo, com muita aprendizagem. A escola está pronta para receber este ano letivo, e nós aproveitamos esse momento para que seja iniciado com boas estruturas. É isso que queremos fazer e vamos fazer em toda a Bahia. Entregamos mais uma escola aqui, hoje, num distrito importante, de um município produtor de petróleo, município rico, e que precisa, portanto, de uma boa formação educacional”, destacou o governador.

Jerônimo lembrou, ainda, que outra escola de tempo integral será inaugurada em São Francisco do Conde, para atender aos estudantes da sede do município. “Aqui, nós entregamos essa escola, tem mais outra para entregar no final de março, início de abril. Nós estamos na fase final, é uma escola dessa, maior, naturalmente”, acrescentou o governador, que afirmou, também, que, após as inaugurações das novas unidades, vai investir em contratação e capacitação de funcionários e professores.

A nova unidade conta com mais de 700 estudantes matriculados no Ensino Médio regular e profissional, além das turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em três turnos de atividades. Na Educação Profissional o curso oferecido é em Técnico em Meio Ambiente. 

“A novidade são quase 750 estudantes, com aumento da demanda, exatamente por causa da inauguração. A escola oferece todas as modalidades de ofertas para que o estudante aqui, no Caípe, seja acolhido. Nós temos professores qualificados, temos estudantes apoiados por Bolsa Presença, Mais Estudo, Educa Mais Bahia. Temos um convênio com município, apoiando nossos estudantes que são da zona rural, para que sejam transportados para a escola. Enfim, toda a ambiência que nos permite dizer que a educação é política pública no estado da Bahia”, afirmou a secretária da educação, Adélia Pinheiro.

Adélia reforçou que a estrutura da escola de tempo integral permite acolher um estudante em permanência de sete a nove horas, realizando as atividades regulares e extras. “Aqui, nós temos, logo de início, quatro laboratórios que se diferenciam. Todos os espaços, as salas com boa iluminação, climatizadas, isso dá conforto para o estudante e para o professor. Também para aquelas atividades que envolvem cultura, arte, temos o teatro, áreas abertas. Temos, ainda, o Ciência na Escola, trazendo estudantes para que despertem para o conhecimento científico e a forma de produção do conhecimento, é mais um diferencial”, completou.